sábado, 3 de novembro de 2012

celebração do dia de finados

as visitas do dia de finados reune centenas de pesssoas no cemitério de lagoa grande para visitar os tumulos de parantes e amigos que partiram desta vida,alem das visttas que já é tradição em todo o brasil, teve celebrações liturgicas em frente ao cruzeiro do cemitério. CELEBRAR PARA OS MORTOS NÃO QUER DIZER, CELEBRAR A MORTE MAIS SIM CELEBRAR A MEMÓRIA DE VIDA DAQUELE ENTE QUERIDO.
A vida não é eterna e tudo tem um prazo, nossas vontades mudam nas viradas do acaso, pois esta é uma questão ainda não resolvida: a vida faz o amor ou o amor que faz a vida? A quem não precisa nunca falta uma amizade, mas quem precisa só experimenta falsidade e descobre oculto no amigo um inimigo antigo. William Shakespeare
Sobre esta terra, sob este firmamento tudo, mas tudo mesmo morre um dia neste mundo o que nasce tem a certeza que um dia vai morrer o que já está muda toda hora. A morte presença permanente na vida Pois vida é morte e morte é vida Da morte vivemos, seja do animal, seja do vegetal na morte nos transformaremos nos livraremos de uma morada ultrapassada martirizante e martirizada A morte vem, nos livra desse carcere carcaça Sofrimento para quem fica, alivio para quem vai A morte de um lado é um manto escuro para que fica de outro, é um pano que se abre para os céus para quem vai O que morre é a forma material, mas morre apenas a forma pois esse elementos que o compõem, em novas vidas se transforma Ciclo natural de nossa natureza material Vivemos na esperança que a morte liberte nossa natureza espiritual Para uma existencia no além, plena, livre, pura, imaculada Sem pecados capitais, apenas nas aspirações espirituais nos caminhos traçados pelo Criador Nos mistérios do eter, das estrelas, das constelações que gravitam em torno da Estrela Maior Deus, nosso Senhor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge