quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

poesia de Carnaval...




Ritmos soltos tudo é festa
povo dissoluto na rua grato
tempo de desfrutes e exageros
de vidas emprestadas através
celebração infinita dos corpos
suados das mascaras usadas
disfarçando a verdadeira identidade
fortalecida na felicidade do folião
solitário saudando a passagem
de mais um bloco imaginário
na avenida do amor...




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge