terça-feira, 26 de março de 2013

ROSEANA DÁ UM PASSO ATRÁS: LOBÃO GOVERNADOR E LUÍS FERNANDO VICE?


Ministro Edison Lobão

É possível que o baixo cacife pré-eleitoral de Luis Fernando (PMDB) tenha feito o Palácio dos Leões a recolocar o Senador Edison Lobão no páreo para 2014.


É o que se pode retirar dos últimos acontecimentos políticos no Estado, sendo de destaque a reunião do PMDB com ampla divulgação nos meios de comunicação do governo, dentre os quais o Jornal o Estado do Maranhão do dia 23/03, onde fizeram questão de anunciar como resultado uma unidade do partido. Mas o que se sabe é que nos intestinos do grupo Sarney acontece uma verdadeira "guerra de foice no escuro", conforme narra o jornalista John Cutrim em seu blog, anunciando que Lobão não abre e deve mesmo ser candidato a governador.


Luís Fernando inaugurando obra em Imperatriz
Com a declaração do Senador-suplente Lobinho, no sentido de que seu pai pretendia continuar no Ministério de Minas e Energia, tudo parecia limpo para o caminho de Luis Fernando rumo ao Palácio. Ele contava com o apoio e preferência de Roseana.  


No entanto, apesar da grande mídia, das viagens, das aparições, de ter sido lotado na Secretaria de Infraestrutura e a partir de então com suposto poder de foro orçamentário e financeiro, seu desempenho eleitoral  em sondagens e pesquisas internas indicam que Luis Fernando é um trator pesado e atolado no massapê. Não tem o conhecimento amplo em todo o estado, e só foi votado em São José de Ribamar. 

De tal sorte, concluiria o Palácio dos Leões: "isso seria temerário" e Flávio Dino teria uma eleição mais tranquila neste cenário, pois é certo que Flávio nunca foi prefeito, mas já foi votado em todo o estado, nas eleições para deputado federal e mesmo para governador. Além disso, tem forte penetração no eleitorado da Capital onde já foi bem votado para prefeito e representa o antigo desejo de mudança da população maranhense. 


Flávio Dino
Conclui-se facilmente que Flávio Dino se sai melhor do que Luis Fernando tanto em todo o estado como na Capital São Luis, onde tem agora um prefeito aliado.


As críticas feitas pelo ex-governador José Reinaldo Tavares a Luis Fernando fizeram o governo repensar a questão e deixá-lo no páreo, mas trazer Lobão de volta ao cenário político-eleitoral. 


Deoclides Macedo, ex-prefeito de P. Franco
Os dois pré-candidatos do Palácio trocaram gentilezas, um prometendo que  “quem for candidato” terá o apoio do outro. Mas, o fato concreto disso tudo é que Luis Fernando não é mais o craque escalado e nem tem candidatura certa ao Palácio. Pode até vir a ser, mas não o é mais antecipadamente. O mais provável é queFernando seja o vice de Lobão, este sim candidatíssimo ao governo do Estado. Lobão voltou até a dizer que a Refinaria Premium vai sair do papel, coisa que ninguém acredita.  


Enquanto isso, Flávio Dino continua o único nome da oposição, forte o suficiente para enfrentar a dupla Lobão/Luis Fernando. Apesar do ensaio de terceira via defendida por Eliziane Gama eDomingos Dutra, o mais certo é que Flávio seja o candidato a Governador das oposições, e que o vice seja do PDT, provavelmente um dos dois ex-prefeitos: 
Hilton Gonçalo, ex-prefeito de Sta. Rita
Deoclides Macedo de Porto Franco, que é pré-candidato a Deputado Federal ou Hilton Gonçalo de Santa Rita, pré-candidato a Governador pela terceira via. 

Qualquer um dos dois ex-prefeitos complementa uma coisa que alguns contrários costumeiramenteapontam em Flávio Dino: a  sua falta de experiência administrativa. Nesse caso,  bem avaliados como gestores municipais, Deoclides e Hilton Gonçalo, como vices atuantes, contribuiriam muito para o projeto de mudança pregado por Dino e a oposição maranhense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge