quarta-feira, 17 de abril de 2013

Gestos que falam


Por Lígia Teixeira
foto 1No último fim de semana, dois fatos políticos chamaram a atenção: A recepção acalorada de Flávio Dino no município de Coroatá, para participar do projeto Diálogos pelo Maranhão e o resultado da pesquisa do Instituto Amostragem, publicada na edição do Jornal Pequeno do último domingo (dia 14), que previsivelmente dá ampla vantagem ao pré-candidato do PCdoB.
Esperava-se que Flávio Dino tivesse boa receptividade em Coroatá, como acontece nos demais municípios que tem visitado, mas a extraordinária recepção naquela cidade
foi reflexo de um fator ainda mais amplo do que a acentuada vantagem do Presidente a EMBRATUR na corrida para 2014.
As Famílias Murad/Sarney há anos impõem um domínio político na cidade, aos moldes dos antigos coronelatos provinciais. Quem é de Coroatá lembra perfeitamente do clima de coação aos moradores daquela cidade, durante a eleição do ano passado.
A atmosfera pesada que marcou a eleição de Teresa Murad (PMDB) em Coroatá, deixou um sentimento sufocado na população.
foto 2Por isso que é importante 





destacar a visita de Flávio Dino à cidade. Coroatá recebeu Flávio como se fizesse um apelo quase desesperado pela mudança. As pessoas foram às ruas, de moto, bicicleta, de carro ou a pé para acompanhar o presidente da EMBRATUR.
Em uma segunda pesquisa divulgada pelo Instituto Amostragem/Jornal Pequeno, foi medida a percepção do sobre a capacidade e o preparo de Flávio Dino para ser o próximo governador do Maranhão. 62,77% dos entrevistados responderam que o presidente da Embratur está preparado para governar o estado.
Os números positivos para Flávio Dino dizem muito, mas os gestos representados na calorosa receptividade, especialmente numa cidade que é dos maiores símbolos do tradicional jeito de fazer política no estado, mostram que o Maranhão, definitivamente, quer mudar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge