quarta-feira, 15 de maio de 2013

Cassação de Roseana volta ao Palio


                           Gurgel-e-Simplício-768x1024
O deputado federal Simplício Araújo (MD-MA) voltou a pedir, nesta terça-feira (14), pressa à Procuradoria-Geral da República na emissão do parecer sobre recurso em que o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) pede cassação da governadora Roseana Sarney (PMDB) e do vice-governador Washington Luiz Oliveira (PT) por crime eleitoral.

De acordo com a ação, Roseana Sarney assinou convênios com prefeituras no valor de R$ 800 milhões entre abril e junho de 2010, “com nítido caráter eleitoreiro”. Destes, R$ 127 milhões foram liberados a três dias da data da convenção partidária que homologou o nome da peemedebista para disputar o governo do Maranhão.O processo que pede a cassação de Roseana Sarney por abuso de poder político e econômico aguarda, há oito meses, a manifestação do Ministério Público. No mês passado, o procurador da República, Roberto Gurgel, em audiência, com o deputado Simplício Araújo, prometeu emitir parecer sobre a questão em, no máximo, três semanas. “Sabemos que o Ministério Público tem seu tempo, mas há grande expectativa da população maranhense para que essa situação se resolva logo”, justificou Simplício.
Liberado o parecer, o processo (RCED 809) volta para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para ser colocado em julgamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge