quinta-feira, 23 de maio de 2013

Pegou mal: Piti de Roseana repercute em todo o país


         Roseana-demagoga
Foi péssima a impressão causada por Roseana Sarney na reunião com o vice-presidente da República, Michel Temer, para tratar das eleições de 2014. Os chiliques da governadora do Maranhão para tentar impedir o avanço de Flávio Dino nas pesquisas chegaram até Brasília e tiveram repercussão nos principais jornais do país.
Folha de São Paulo, Correio Braziliense, O Globo, Veja e Valor Econômico destacaram o piti dado por Roseana Sarney durante um jantar em que a presidente Dilma Rousseff era esperada, mas acabou desmarcando em cima da hora. Roseana reclamou do apoio da maior parte do PT à pré-candidatura de Flávio Dino.
                         
CLIK E VEJA A MATÉRIA COMPLETA
Acostumada a tomar o poder na marra, Roseana se vê encurralada com a falta de apoio nacional. O jornal Correio Braziliense chegou a destacar o “sentimento de descarte do tipo ‘não servimos para cargos e agora nem para candidatos a governos estaduais” que tomou conta dos depoimentos de Roseana durante o jantar.
Enquanto Roseana dá piti, Flávio Dino trabalha
Os jornais O Globo e Folha de São Paulo também registraram o descontentamento da família Sarney com o espaço concedido a Flávio Dino pela presidente Dilma. O destaque que o trabalho de Flávio Dino vem recebendo pelo bom desempenho da Embratur desde a sua entrada incomoda o clã Sarney.
Enquanto Roseana esbravejou contra o vice-presidente da República, tentando culpar o governo federal pelos péssimos índices do Maranhão, Flávio Dino discutia com o Senado Federal novas políticas de incentivo ao turismo no Brasil (em reunião que aconteceu na manhã de ontem).
No dia em que aconteceu o jantar polêmico, Flávio Dino recebia parlamentares alemães e fechava novas estratégias de turismo entre os dois países, alcançando investimentos da Alemanha no Brasil.
É assim: quem trabalha tem valor reconhecido. Já quem só descansa, tem que rodar a baiana em Brasília!
Confira abaixo o que disseram os principais jornais do Brasil sobre piti de Roseana.
Folha de São Paulo
Roseana afirmou que, enquanto o partido comanda a pasta do Turismo, com Gastão Vieira, o presidente da Embratur, Flávio Dino (PC do B), que é hierarquicamente subordinado à pasta, “conspira contra o partido no Estado”. Dino é potencial candidato na próxima eleição.
Valor
No jantar em Brasília outros governadores do PMDB, como Roseana Sarney (MA), também se queixaram de dificuldades com o PT em seus Estados. No caso de Roseana, o PT quer apoiar a candidatura do presidente da Embratur, o ex-deputado Flávio Dino (PC do B).
Correio Braziliense
Esse sentimento de descarte, do tipo, “não servimos para cargos e agora nem para candidatos a governos estaduais”, começa a tomar conta do PMDB. No jantar, até Roseana Sarney, que já foi líder do governo e hoje governa o Maranhão, reclamou da falta de investimentos federais no estado e também do apoio dos petistas a seu adversário, Flávio Dino, presidente da Embratur. O presidente em exercício, Valdir Raupp, define a legenda como “capilarizada, grande e regionalizada e é preciso harmonizar as questões regionais”. A cobrança é clara: apoio a peemedebistas nos estados pode ser a porta de saída das crises.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge