sexta-feira, 7 de junho de 2013

Os caça-fantasmas de Roseana Sarney…

                     


BMBbBAyCIAIVrRs

Os deputados da comissão de administração da Assembleia Legislativa do Maranhão estiveram agora há pouco no local indicado como endereço do Grupo Ação Social Vera Macieira, que recebeu quase R$ 5 milhões para construir a estrada  de acesso ao suposto povoado Trecho, no município  da Raposa. Os deputados Bira do Pindaré (PT), Othelino Neto (PPS) e Marcelo Tavares (PSB) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB) , presentes na comitiva,  encontraram apenas um terreno baldio.
Os parlamentares foram informados por moradores da região que o povoado Trecho, indicado como beneficiado na obra, não existia.
Ontem (dia 04) , o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB) denunciou o caso na tribuna da Assembleia Legislativa. Segundo  Pereira Júnior (PCdoB), há suspeitas de que o dinheiro destinado a associação tenha fins eleitoreiros e faça parte do esquema de convênios que o grupo Sarney usa para vencer eleições.
“O governo do Estado começa agora a usar as entidades fantasmas ou não, para fazer obras fantasmas ou não, com o único e exclusivo objetivo de tentar comprar a eleição do ano que vem. Não é a primeira vez que nós vemos isso na história do Maranhão. Em 2009 aconteceu e teve resultado pelo menos do ponto de vista do objetivo desejado pelo grupo dominante,” afirmou Rubens Júnior.
Os parlamentares que estiveram  na Raposa não tem dúvida  de que o caso trata-se de mais um ato de improbidade administrativa que deve ser investigado imediatamente  pelo Ministério Público.

             No endereço indicado em edital como sede da empresa que recebeu quase cinco milhões do governo, apenas mato

Maranhão da Gente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge