quarta-feira, 17 de julho de 2013

Governo se apossa de obra e faz propaganda como sua

                              Deputado-Othelino-Neto1-e1368505550875
O deputado estadual Othelino Neto (PPS) criticou, em pronunciamento nesta segunda-feira (15), propaganda do governo do Estado que inclui a construção de uma estrada de 37 km, que liga Paulino Neves a Barreirinhas, como realização do Executivo, quando, na verdade, o benefício é uma compensação que a empresa Bioenergy garante aos dois municípios porque está implantando ali energia eólica.  De acordo com o parlamentar, a obra nem existe ainda e o governo já está se apossando dela, mostrando falsas imagens de asfalto como se já estivesse sendo construída.
Segundo o deputado, a Bioenergy começou a colocar máquinas no trecho entre Paulino Neves e Barreirinhas e parou; não pagou aluguel das mesmas e está demitindo as pessoas que trabalham  nos escritórios da empresa nas duas cidades. “Esta empresa, que está  começando a aparecer, é mais uma dessas, tipo Kaoí, tipo refinaria Premium, que é prometida e não aparece. Então parece que o governo do Estado está patrocinando um novo embuste com objetivo eleitoral para a infelicidade dos maranhenses”, disse Othelino.
Deputado-Othelino-Neto1-e1368505550875
Deputado estadual Othelino Neto (PPS)
Para Othelino, a propaganda do governo, além de ser cara e de não falar sobre o Maranhão real, ainda se apropria de obras que não são do governo e que nem existem, como essa estrada de  Paulino Neves a Barreirinhas. “O governo do Estado virou dono desta obra ao exemplo do que faz com outras que são feitas com recursos federais. Como não trabalha, fica se apossando das coisas alheias”, alfinetou.
REPERCUSSÃO NEGATIVA
“A propaganda do governo do Estado está muito longe de mostrar a realidade. Deve ser gravada na Suécia, talvez na Irlanda, mas aqui não é, porque aquele Estado que eles apresentam não pode ser o Maranhão por onde nós andamos”, frisou Othelino Neto.
Durante o pronunciamento, Othelino repercutiu ainda matéria publicada pela Revista Veja sobre a crise da Saúde, no município de Imperatriz, dando conta que o Maranhão é o Estado com menor índice de médico por habitante, e, mais uma vez, expõe a fragilidade das políticas públicas. “Eu que quero lamentar duplamente a exposição do Maranhão no âmbito nacional de forma negativa e essa propaganda do governo que, mais uma vez, é pego na mentira”, disse.
jornal pequeno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge