sábado, 10 de agosto de 2013

Resistência Petista se reúne sábado e mobiliza partido pela aliança entre PT e PCdoB em 2014

0 (22)
A Resistência Petista (grupo do PT contrário à aliança com a família Sarney) se reúne hoje(sábado, 10) para discutir os rumos do partido nas eleições de 2014. O evento acontecerá no Grand São Luís a partir das 9h.
Os militantes petistas se reunirão para discutir as eleições de 2014 e o Processo de Eleicao Direta-PED que acontece dentro do PT para eleger a nova direção do partido, que substituirá a atual chapa comandada por Raimundo Monteiro. A opção da Resistência Petista é preparar a campanha de Augusto Lobato a presidente do PT, militante histórico do partido.
A organização da Resistência Petista poderá se dar em até três chapas em apoio a Augusto Lobato, segundo fontes do partido. O resultado final, porém, só poderá ser apresentado a partir da próxima terça, quando se encerram as inscrições de chapa dentro do PT.
Todo esse cenário dentro do partido acontece um ano antes do início das disputas eleitorais de 2014, que elegerá governador, senador e deputados federais e estaduais. O PT está debatendo se continua no apoio ao governo do estado ou se apoia a candidatura de Flávio Dino.
Augusto Lobato, candidato da Resistência Petista, defende a aliança do PT com o grupo de oposição a Roseana Sarney e opta pelo nome de Flávio Dino (PCdoB). O grupo venceu, no voto, a opção pela aliança com Flávio Dino em 2010, demonstrando haver maioria dentro do partido, que acredita que o Partido dos Trabalhadores deve permanecer na luta contra o modelo oligárquico de política representado pelo grupo Sarney.
A Resistência Petista (grupo do PT contrário à aliança com a família Sarney) se reunirá amanhã (sábado, 10) para discutir os rumos do partido nas eleições de 2014. O evento acontecerá no Grand São Luís a partir das 9h.
Os militantes petistas se reunirão para discutir as eleições de 2014 e o Processo de Eleicao Direta-PED que acontece dentro do PT para eleger a nova direção do partido, que substituirá a atual chapa comandada por Raimundo Monteiro. A opção da Resistência Petista é preparar a campanha de Augusto Lobato a presidente do PT, militante histórico do partido.
A organização da Resistência Petista poderá se dar em até três chapas em apoio a Augusto Lobato, segundo fontes do partido. O resultado final, porém, só poderá ser apresentado a partir da próxima terça, quando se encerram as inscrições de chapa dentro do PT.
Todo esse cenário dentro do partido acontece um ano antes do início das disputas eleitorais de 2014, que elegerá governador, senador e deputados federais e estaduais. O PT está debatendo se continua no apoio ao governo do estado ou se apoia a candidatura de Flávio Dino.
Augusto Lobato, candidato da Resistência Petista, defende a aliança do PT com o grupo de oposição a Roseana Sarney e opta pelo nome de Flávio Dino (PCdoB). O grupo venceu, no voto, a opção pela aliança com Flávio Dino em 2010, demonstrando haver maioria dentro do partido, que acredita que o Partido dos Trabalhadores deve permanecer na luta contra o modelo oligárquico de política representado pelo grupo Sarney.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge