quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Ex-presidentes de Câmaras Municipais terão que devolver mais de R$ 809 mil aos cofres públicos

                   Ddd 26350
Soma mais de R$ 809 mil, os recursos e multas  que cinco ex-presidentes de Câmaras Municipais do Maranhão terão que devolver aos cofres públicos, após serem condenados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). As administrações são de 2008, 2009 e 2010.
O maior débito com o erário, atribuído na sessão plenária desta quarta-feira (25) pelo TCE, deverá ser pago por Antônio Marcos de Souza Zaidan, quando esteve à frente da Câmara Municipal de Codó, no ano de 2008. O ex-presidente foi condenado a devolver R$ 521 mil aos cofres do município e ao pagamento de multas no total de R$ 48,2 mil. Cabe recurso da decisão.
Na mesma sessão, o Tribunal julgou irregulares as contas de Antônio Carlos Alves da Silva, ex-presidente da Câmara Municipal de Timbiras, em 2009, com débito de R$ 103 mil e multas no total de R$ 51,6 mil. Foi condenado também, Raimundo Mendes Barbosa, que esteve à frente do Legislativo Municipal de Igarapé do Meio, no ano de 2010, com débito de R$ 12,2 mil e multa de R$ 520.

 O ex-presidente da Câmara Municipal de Palmeirânida, Gregório Almeida Mendes, foi condenado a devolver R$ 38,5 mil e multas no total de R$ 16,2 mil, relativos à gestão de 2008. Por fim, o TCE condenou Raimundo Nonato Soares Neto, ex-presidente da Câmara Municipal de Cajari, em 2009, que terá que pagar multa de R$ 18 mil.
O Imparcia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge