sexta-feira, 13 de setembro de 2013

SEXTA-FEIRA 13. SORTE OU NO AZAR?

                     
Neste ano de 2013 os supersticiosos estiveram de folga durante os oito primeiros meses do ano. Mas, agora em setembro, exatamente hoje, eles se alvoroçam com a “Sexta-feira 13”, a única deste ano. Para eles, essa combinação dia-número é considerada período de azar.

Para muitos, a Sexta-feira 13 é o dia em que a sorte está de folga e, portanto, merece muita atenção e precaução redobrada. No século VII a.C. Hesíodo registrou no seu livro “Os trabalhos e os dias” a recomendação de não se plantar no 13º dia. Na numerologia o 13 é tido como um número irregular, sinal de infortúnio. No Tarô, a carta 13 representa a morte.

A crença de que a Sexta-feira 13 é um dia agourento é antiga; tem fundamento em lendas cultivadas na Idade Média, do outro lado do Oceano Atlântico. Atribuía-se a data às bruxas, que nesse dia estariam soltas, trazendo má sorte aos mortais. Uma lenda nórdica conta que Friga, a Deusa do Amor e da Beleza, foi transformada em bruxa quando as tribos escandinavas se converteram ao Cristianismo. A partir de então, ela, juntamente com o demônio e outras 11 bruxas, passou a se reunir às sextas-feiras para infernizar a vida da população.

Antigos cristãos também faziam menção à data, baseados em dois relatos bíblicos: a última Ceia do Senhor Jesus, onde haviam 13 pessoas, e a crucificação de Cristo, ocorrida numa sexta-feira. Há também o registro da prisão, tortura e execução dos membros da Ordem dos Cavaleiros Templários (Cavaleiros de Cristo), numa sexta-feira, 13 de outubro de 1307, na França, acusados de heresia.

Mas, deixando a crendice de lado, quem tem medo deste dia? Afinal, o que tem de mau o dia 13, especialmente se ocorrer numa sexta-feira? Nada existe de verdade. É só superstição. Segundo a Astrologia, sexta-feira é o dia regido por Vênus, o planeta do amor, da beleza, do entretenimento e da harmonia. Para os místicos o 13 está associado à evolução de todo ser. Então, não há porque temer a Sexta-feira 13! É um dia como outro qualquer; de obrigações, compromissos, afazeres e prazeres. Se os esotéricos dizem que o número 13 sugere a morte, ótimo! Morte significa o fim de um ciclo e o início de um novo período na nossa evolução cíclica.

Sigamos em frente, acreditando que este é apenas mais um dia nas nossas vidas. É preferível não considerar este como um dia de infortúnios. O azar, creia, está ligado à falta de fé. Inteligentes como somos, não devemos determinar um dia/data para culpar pelos nossos fracassos. Estes são, na maioria das vezes, resultado da nossa própria falta de atenção, de planejamento, preparo, cuidado e esforço.


Cada um deve procurar os seus pontos mais positivos e usá-los com bom senso, equilíbrio, inteligência e sabedoria, no momento certo, para evitar conflitos, aproveitar as oportunidades que surgem e atrair coisas boas. Dê folga ao azar e aposte no bom senso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge