sábado, 7 de dezembro de 2013

Vinte cidades maranhenses são classificadas como as piores para se viver no Brasil



 Vinte municípios do Maranhão compõem do ranking das 100 piores cidades para se viver no país.
                         images
quesito qualidade de vida, ainda representa uma realidade distante para os maranhenses. O site Indicadores Internacionais de Desenvolvimento Humano (UNDP), que apresenta um ranking das melhores e piores cidades do país para se viver, com base no IDHM, apresentou vinte cidades maranhense como algumas das piores do Brasil.
Os números do UNDP representam um retrato de um antigo problema: a desigualdade social. Das 100 cidades brasileiras classificadas como as melhores para se viver no país, nenhuma está em território maranhense.
Na comparação diametralmente oposta, no ranking das 100 piores cidades do país para se viver, vinte são do Maranhão. Fernando Falcão, Marajá do Sena, Jenipapo dos Vieiras, Satubinha, Água Doce do Maranhão, Lagoa Grande do Maranhão, São João do Carú, Santana do Maranhão, Arame, Belágua, Conceição do Lago-Açu, Primeira Cruz, Aldeias Altas, São Roberto, São Raimundo do Doca Bezerra, Pedro do Rosário, São João do Soter, Centro Novo do Maranhão, Itaipava do Grajaú e Santo Amaro do Maranhão são os municípios que constam no ranking negativo.
Embora o IDH não sirva para medir a qualidade de vida propriamente dita de uma cidade ou nação, traz índices do tripé educação, expectativa de vida e renda per capita, itens essenciais para traçar a qualidade de vida de uma população.
Maranhão da Gente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge