quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Baixa popularidade do Governo Roseana Sarney deve ser pauta no debate eleitoral de 2014

                    LUIS E FERNANDO E APOIADORES
O ano começa já em clima de eleições. Em outubro, os maranhenses vão às urnas escolher quem vai comandar o estado a partir de 2015. Um fato que é considerado pacífico tanto pela oposição, quanto pela situação é o governo Roseana Sarney.No quarto mandato, a filha do ex-presidente da República e atual presidente do Senado José Sarney fecha o ano de 2013 com um governo que conforme aponta pesquisa do Ibope sofre reprovação da maioria dos maranhenses.
Promessas não cumpridas  como a construção de 72 hospitais que na propaganda oficial do governo deveriam ser entregues até o dia 31 de dezembro, contribuíram para o desgaste do governo Roseana junto à opinião pública. Na área da educação e da Segurança também a situação é desfavorável. Reportagem do Maranhão da Gente revelou que em Alto Parnaiba, uma escola estadual em condições precárias espera há vários anos por uma reforma e mesmo após Roseana Sarney anunciar ainda em 2009, quando assumiu o governo do Estado pela terceira vez uma “ revolução na educação”, promessa mantida na campanha de 2010,  situações como esta apontam uma distância entre o discurso oficial e a realidade vivida por quem reside principalmente no interior do Estado
As vaias e protestos de estudantes no governo itinerante refletiram esta situação. Na área da segurança, a onda  de assassinatos no sistema penitenciário e escalada de violência que não se restringe aos muros da prisão, como acredita o senador José Sarney, fazem como que São Luís alcance índices de assassinatos alarmantes.
Mudanças no comando da PM, feitas sob pressão, foram tentativas de dar uma resposta ao problema, apesar do secretario Aluisio Mendes mesmo sendo criticado até por próprios membros do governo siga no cargo. E com este cenário, que Luis Fernando Silva inicia 2014. Ex- prefeito de São José de Ribamar, que tem proximidade com Jorge Murad homem forte das duas primeiras gestões de Roseana Sarney( 1994 a 2002) Luis Fernando é anunciado como o candidato de perfil técnico e que defende a “mudança”  na gestão pública.
Porém, o apoio de uma governadora que está no quarto mandato e o fardo de representar o grupo político que desde 1966, esta no comando do Estado.  Os nomes que apoiam Luis Fernando Silva ficaram longe do controle do Palácio dos Leões apenas entre 2005 e 2009,período que marca a segunda parte do governo José Reinaldo Tavares e o dois anos do governo Jackson Lago, interrompidos com a decisão do Tribunal Superior Eleitoiral( TSE).
Os aliados do atual secretário de infraestrutura  apostam que ele deve crescer nas pesquisas em 2014, e contam  com a possibilidade dele assumir o governo do Estado em caso de renúncia de Roseana Sarney para disputar o senado. Porém, tudo ainda depende da Assembleia Legislativa, onde o nome Luis Fernando enfrenta resistência dentro da base aliada do governo do Estado
Maranhão da Gente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge