domingo, 9 de fevereiro de 2014

Brasileira é morta, mutilada e exposta em praça pública na Venezuela

                            
Um crime bárbaro aconteceu no último dia 27 na cidade de Las Claritas, Venezuela, próxima a fronteira com Roraima, norte do Brasil. Uma brasileira identificada como Ana Cristina da Silva, de 33 anos, foi assassinada, mutilada e teve seu corpo exposto em uma praça da cidade. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
A principal suspeita por parte da família, que vive em Boa Vista, é de que a mulher foi assassinada por vingança. Segundo o tio de Ana Cristina, Edivan da Silva, a vítima teria sido testemunha de atividades ligadas a “execuções e tráfico de drogas”. Ainda segundo o tio, Ana Cristina foi esganada com arame farpado e teve sua língua cortada antes de ser exposta na praça. O corpo de Ana Cristina já foi levado para Boa Vista, onde foi sepultado.
De acordo com o jornal, o governo de Roraima e o Ministério de Relações Exteriores não foram procurados pela família da vítima. A polícia de San Félix, cidade a mais de 350km de Las Claritas, está investigando o caso.
A região de Las Claritas é procurada por brasileiros pela da extração de ouro, contudo o local sofre com a presença de milícias, traficantes e, segundo os moradores, policiais corruptos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge