segunda-feira, 31 de março de 2014

Piloto é demitido após xingar nordestinos de forma preconceituosa

Um piloto da companhia aérea Avianca foi demitido, na sexta-feira (28), após um ataque verbal contra nordestinos em sua conta pessoal no Facebook. Depois de receber um prato diferente do pedido feito em um restaurante na capital paraibana (João Pessoa), ele não hesitou ao se manifestar nas redes sociais na última quarta-feira (26/3).
“Pra manter o padrao Porco, nojento, relaxado, mediocre, escroto de tudo no nordesde como sempre… Depois de 1h10 Esperando um file de peixe simples sem nada de diferente eles conseguem errar e fazer outra coisa completamente diferente do cardapio que ja não tem opcao nehuma… Povo escroto do caralhoo! Lugar nojento! (sic)”, postou. O caso foi divulgado pelo apresentador de um programa local Nilvan Ferreira.
A Avianca afirmou em nota que “repudia veementemente o comentário atribuído a um funcionário seu, veiculado nas redes sociais, de cunho preconceituoso” e que “qualquer ato contrário à ética é desprezado” pela companhia. A empresa reforçou ainda o ”seu respeito e admiração por todos os povos, independentemente de sua origem.”
Um voto de repúdio foi apresentado na Câmara Municipal de João Pessoa. No voto de repúdio, o vereador Helton Renê explica que o voto se faz necessário pela forma “agressiva e preconceituosa com a qual o piloto usou das redes sociais para denegrir a imagem do povo nordestino e, em especial, do cidadão pessoense”.
Após a repercussão do comentário na rede social e na imprensa, o piloto deletou a postagem e escreveu um texto se desculpando. ”Fiz um comentário infeliz, num momento de raiva e insatisfação de atendimento do restaurante em que estava. Quero esclarecer que não tenho nada contra as pessoas do nordeste, lugar que com frequência fui feliz em escolher para passar os momentos em que não estava trabalhando. Conheci lugares e pessoas incríveis, fiz amizades que perduram até hoje, sendo prova disso, minha namorada, que conheci em Recife.”
Ainda segundo o piloto, o seu erro foi ter exposto toda a insatisfação de maneira errada, usando palavras e expressões incorretas. “Peço desculpas a quem se sentiu ofendido com minha publicação. Não sou e nunca tive preconceito de qualquer tipo principalmente com pessoas nordestinas, das quais muitas são meus amigos”, completou Pfiffer. 
(Estadão, Correio e G1)
                               

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge