quarta-feira, 16 de abril de 2014

Lobãozinho ainda não é consenso dentro do grupo Sarney

                       Acesse o Maranhão da Gente
               lobao2 Senadinho: Lobinho morde a família Sarney em Brasília e assopra no Maranhão
Será que vai?
Apesar do encontro com Lula que teria ficado entusiasmado com a provável pré-candidatura de Edinho Lobão, conforme noticiou o jornal “O Estado do Maranhão”, ainda existem fortes resistências dentro do grupos Sarney a pré-candidatura do suplente de senador ao governo do Estado e demora pra anunciar oficialmente a pré-candidatura e também agendar uma data de lançamento são indicadores de que a situação ainda é indefinida.
Semana decisiva
Analistas do cenário político acreditam que o feriadão da Semana Santa é decisivo para a pré-candidatura de Edinho Lobão. Por enquanto ele segue em Brasília e deve desembarcar em São Luís apenas na próxima semana. A consolidação do nome ainda está sendo viabilizada por Roseana e pelo senador José Sarney, além do pai do pré-candidato, o ministro das Minas e Energias Edson Lobão, mas as resistências dentro do grupo ao nome de Lobão Filho ainda não foram contornadas.
Recalque
Para os oposicionistas a choradeira da mídia vinculada ao Palácio dos Leões com a ampliação do leque de alianças do pré-candidato do PC do B, Flávio Dino, que atinge partidos vinculados a outros presidenciáveis, é vista como uma manifestação de desespero. Por conta da liderança nas pesquisas de intenção de voto, Flávio Dino vem angariando adesões das mais diversas correntes políticas que militam no âmbito estadual na oposição ao grupo Sarney.
Recalque II
Enquanto o palanque articulado com Flávio Dino cresce com  a adesão de novas forças políticas do Estado, nem mesmo um pré-candidato ao Palácio dos Leões foi definido pelo grupo Sarney e isto faz com que  naturalmente o palanque oposicionista fique mais forte. É esta a conclusão que observadores do cenário político fazem sobre as perspectivas eleitorais para outubro.
Baralho geral
Além da falta de definição sobre o nome do pré-candidato ao governo do Estado, o grupo Sarney também enfrenta dificuldade para escolher quem vai disputar o senado. Gastão Vieira, Arnaldo Melo e Pedro Fernandes são os nomes cotados para representar o grupo mas nada ainda está definido o que também tem dificuldade a consolidação de estratégias para a campanha, pois nenhum dos nomes da chapa majoritária ainda está consolidado.
Baralho geral II
A onda de indefinição a respeito dos nomes para a disputa majoritária no grupo Sarney faz com que o slogan “ tempo de murici, cada um cuida de si” se torne cada vez mais frequente tanto entre prefeitos, quanto entre parlamentares que fazem parte da base aliada do Palácio dos Leões e a demora em resolver este problema deixa este tipo de frase ainda mais frequente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge