quarta-feira, 16 de julho de 2014

Edinho Lobão está no Paredão do PMDB.



                                 Maranhão da Gente/
                         
O Blog do JM Cunha Santos publicou nesta terça-feira (15) uma informação que pode mexer com toda a disputa eleitoral no Maranhão. O PMDB estuda trocar de candidato no Estado. Tudo por causa dos processos a que Edinho Lobão responde.
Veja abaixo o post do blog:
Não foi apenas para dar dignidade à candidatura de Edinho Lobão que o deputado Arnaldo Melo foi escolhido candidato a vice-governador. São cada vez mais fortes nos meios políticos os comentários de que a oligarquia Sarney teme que os processos contra Edinho na Justiça inviabilizem sua candidatura. E se tornou impraticável chamar o furioso Luis Fernando de volta para disputar a eleição. Arnaldo Melo pode estar em vias de realizar seu sonho de concorrer ao governo do Estado. Afinal, ele foi o indicado de quase toda a bancada governista na Assembleia do Maranhão.
A candidatura de Edinho já foi impugnada duas vezes, ele foi condenado a prisão pela Justiça Federal por um crime que prescreveu e o grupo Sarney sabe que o registro de sua candidatura pode ser cassado a qualquer momento. Além disso, cinco deputados – Othelino Neto, Rubens Júnior, Bira do Pindaré, Maecelo Tavares e o deputado federal Simplício Araújo certamente estão à caça de saber se não existem outros contratos de Edinho Lobão com o governo do Estado. E é muito difícil que não existam.
No disfarce das acusações na Justiça, como a laranjada de transferir uma empresa com dívidas de R$ 5 milhões em impostos para uma empregada doméstica, segundo Ação do Ministério Público, Edinho processa jornalistas.  Mas o fato é que a sua é cada vez mais uma candidatura de risco. Para o PMDB, para Roseana Sarney e o Maranhão. Para complicar, o Ministério Público Eleitoral, em parecer exarado ao processo contra o jornalista Raimundo Garrone, confirmou como fato verídico a condenação de Edinho à prisão por fraude na Difusora de São Mateus. E o desembargador Raimundo José Barros negou a liminar com que Edinho postulava censurar a matéria. Em outras palavras, o MPE e a Justiça Eleitoral podem ter antecipado o destino de Edinho nos casos em que for impugnado com base na Lei da Ficha Limpa.
Assim, a indicação de Arnaldo Melo para vice-governador na chapa de Edinho Lobão foi também um ato de prevenção do grupo Sarney. A qualquer momento, em substituição ao ora impugnado, o presidente da Assembleia pode estar realizando o sonho de ser candidato do PMDB ao governo do Maranhão. E só então Flávio Dino terá realmente com o que se preocupar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge