sábado, 31 de janeiro de 2015

Denúncia da semana: Alberto Silva tenta comprar decisão judicial para impedir as posses de Julião Amim e Deoclides Macedo

                                  do Blog do Josué Moura

Já era de se esperar que o deputado federal Alberto Silva, seu pai o prefeito de Bacabal José Alberto Veloso, o PMDB - leia-se senador João Alberto - e toda catrevagem sarneysista do Maranhão, não ficariam de braços cruzados ao perder uma cadeira na câmara dos deputados com a validação do votos de Deoclides Macedo (PDT), da coligação “Todos pelo Maranhão 2”. 

Não se sabe ao certo qual artifício jurídico seria utilizado para derrubar uma liminar concedida pelo presidente do TSE Ministro Dias Toffoli, mas segundo fontes ligadas ao deputado Alberto Silva, a medida liminar, "comprada a peso de ouro", estaria sendo forjada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão-TRE, através de um desembargador - ou desembargadora? - para impedir neste domingo (01/02) a posse de Julião Amim como deputado federal e consequentemente em seguida ao seu afastamento para ser secretário de Estado, a ascensão de Deoclides Macedo (PDT) ao cargo de deputado federal.

Não queremos acreditar que isso seja verdade, que seja apenas as fanfarronices de um aliado do deputado Alberto Silva, acometido de uma forte dor de cotovelo pela perda do mandato do deputado mais desconhecido do Maranhão.


Que os ventos da mudança que sopraram  varrendo o grupo Sarney do mando estadual  também soprem sobre os Tribunais do Maranhão, de uma vez por todas acabando com a compra de liminares e outras decisões que causam a insegurança jurídica e afrontam a cidadania.

Estamos de olho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge