sábado, 23 de novembro de 2019

Família confirma morte de Gugu Liberato

A família de Gugu Liberato divulgou uma nota oficial logo após a confirmação da morte cerebral do apresentador, na noite desta sexta-feira (22). Ele estava no sótão de casa, trocando o filtro do ar-condicionado, quando pisou em falso e se desequilibrou. O forro de gesso cedeu e Gugu caiu de uma altura de aproximadamente 4 metros, batendo a cabeça na quina de um móvel. O acidente doméstico aconteceu em Orlando, na Flórida, nos Estados Unidos.
"Este é um momento que jamais imaginamos viver. (...) Nosso Gugu sempre viveu de maneira simples e alegre, cercado por seus familiares e extremamente dedicado aos filhos. E assim foi até o final da vida, ocorrida após um acidente caseiro", inicia o comunicado.
Segundo os famliares, após a queda, Gugu foi socorrido pelo filho, que chamou uma ambulância, e foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Orlando Health Medical Center, onde deu entrada em escala de Glasgow de 3, que é a medida usada para medir a consciência e a evolução das lesões cerebrais em um paciente.
Nessa escala, o paciente abre os olhos em resposta a chamados, pronuncia palavras desconexas e apresneta flexão anormal a estímulos dolorosos. Como os exames indicavam um sangramento intracraniano severo, os médicos optaram por não fazer uma cirurgia.
Após 48h de observação, a família chamou o neurocirurgião brasileiro Guilherme Lepski, que confirmou a morte cerebral - por pedido do apresentador, os órgãos serão doados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário