sábado, 11 de maio de 2013

Madrasta doa rim para enteado.

                      Madrasta doou rim para salvar vida do enteado em Goiânia (Foto: Adriano Zago/G1)
A goiana Martha Karina Ferreira Arraes Oliveira, 38 anos, é o do tipo de mãe que não mede esforços para garantir o bem-estar dos filhos. Mesmo que ele não seja biológico, e sim do coração, como é o caso do enteado Manoel José de Oliveira Neto, 25 anos, para quem ela deu uma prova de amor irrefutável. Arriscando a própria saúde, a madrasta enfrentou uma bateria de exames, teve de engordar 22 kg e, então, doou o rim que salvou a vida do jovem. Sobre o ato de coragem, ela se diz esperançosa: “Tomara que meu exemplo incentive outras mães”.

Manoel Neto diz que Martha sempre teve um papel maior do que o de madrasta em sua vida. Desde os 5 anos, quando ela se casou com seu pai, acolheu ele e o irmão, órfãos de mãe, como filhos.

Para Neto, a madrasta sempre foi um exemplo de dedicação. "Ela pegou a gente para criar muito nova. Parou a vida dela para cuidar de mim e do meu irmão", afirma. Por isso, a atitude de Martha quando ele descobriu que sofria insuficiência renal crônica não foi nenhuma surpresa. "Ela é minha mãe", diz confiante.

Mesmo tendo gerado um filho, hoje com 18 anos, a "mãedrasta" conta que não faz distinção entre eles: "Sempre tratei os três igual”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge