sábado, 25 de maio de 2013

Prefeita de Brejo de Areia é acusada de desviar R$ 2,8 mi do Fundeb

Escola São Raimundo: reforma de R$ 166.287,13
Um descaso com o dinheiro público está acontecendo no município de Brejo de Areia . Um montante no valor de R$ 2,8 milhões do Fundeb do município de Brejo de Areia pode ter sido desviado, segundo investigação da Controladoria geral da União e do Ministério Público Federal. Segundo as informações da CGU e do MPF, recursos repassados entre 2012 e o início de 2013 foram sacados sem as comprovações de licitação e nenhum vestígio de que as obras indicadas tenham sido realizadas. Apenas com “reforma” se deis escolas de taipa, o município gastou R$ 436.465,56 em 2012.

Em entrevista coletiva , o procurador da República, Israel Silva, e o superintendente da CGU, Roberto Viegas, explicaram os detalhes da Operação, que apreendeu documentos na sede da prefeitura e no escritório de contabilidade que presta serviços para o município, L.M Contábil, localizado em São Luís. A Operação envolveu dois oficiais de Justiça, 15 Policiais federais e cinco agentes da CGU.
Somente o gasto em reforma da escola de taipa E. M. Andiroba foi de R$ 262.238,81, com uma reforma em 2011 e outra em 2012. A unidade escolar é somente um salão de taipa coberto com palha. Outra reforma que saiu cara ao contribuinte, e mais ainda aos alunos que não viram um tijolo colocado, foi a da E.M. São Raimundo. Foram R$ 166.287,13 gastos entre 2011 e 2012. A escola também não passa de um salão de taipa e cobertura de palha.
A prefeita de Brejo de Areia, Ludimila Almeida Miranda (PV), foi reeleita no ano passado.

(fonte:Clodoaldo Corrêa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge