quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Em São Luís Flávio Dino Lidera com folga diz nova pesquisa

                             

Pesquisa divulgada nesta terça-feira (18) pelo Instituto DataM de São Luís mostra vantagem virtual do candidato ao governo do estado Flávio Dino (PCdoB). O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob número MA-00004/2014.

Na disputa com os candidatos Eliziane Gama (PPS), Luís Fernando (PMDB), Hilton Gonçalo (PDT), Zé Luís Lago (PPL) e Pedrosa (PSOL), Dino sai na frente com 38,1% da preferência do eleitorado.

Eliziane Gama fica na segunda colocação com 17,5%, Luís Fernando com 9,4%. Em seguida aparece Hilton Gonçalo com 0.1%. Os demais candidatos não apresentaram pontos expressivos. Votos nulos corresponderam a 24,8% da pesquisa. Não sabem ou não responderam 10%.

A vantagem de Dino para o governo aparece também na pesquisa espontânea – quando nenhum candidato é apresentado ao eleitor. Nesse quadro, Dino ficou com 18,7%; em segundo, aparece Eliziane Gama com 4,7%.

Roseana Sarney (que não poderá ser candidata) aparece com 0,5% das intenções de voto, seguida pelo ex-prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB) com 0,3%. O senador João Alberto (PMDB) foi lembrado por 0,1% dos entrevistados, mesma pontuação obtida pelo vice prefeito Roberto Rocha (PSB).

Levantamento

O levantamento foi realizado entre os dias 13 e 15 de fevereiro e ouviu 800 pessoas moradoras do município de São Luís. A margem de erro do levantamento é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

O candidato Luís Fernando aparece com o maior índice de rejeição entre os eleitores consultados pelo Data M: com 29,7%.

Disputa pelo Senado

Considerando Roberto Rocha (PSB) e Roseana Sarney (PMDB) como candidatos virtuais ao Senado, o vice prefeito lidera a pesquisa com 32,7% da preferência de voto; Roseana Sarney aparece com 16,1%; “nenhum deles” recebeu 35,9 e 15,3% não sabem em quem vão votar ou não quiseram responder.


A governadora Roseana Sarney, segundo a pesquisa do DataM, lidera no índice de rejeição entre os 800 entrevistados, com 46,4%.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge