terça-feira, 1 de julho de 2014

O preço do vice de Edinho Lobão

                       Maranhão da Gente
                 
Edinho Lobão (PMDB) — o candidato do consórcio Sarney/Lobão para ocupar a vaga aberta com a saída de Roseana — deu uma imensa demonstração de incompetência política na escolha do candidato a vice-governador da sua chapa.
Apesar de ter o apoio de uma dúzia de legendas, Edinho não conseguiu achar entre os aliados ninguém que se dispusesse a ir para o sacrifício.
Tentou desesperadamente o apoio do PT para a tarefa, mas a Executiva Nacional do partido foi firme na decisão de veto a Edinho: não quis correr o risco de contaminar a campanha de Dilma Rousseff com as maluquices e com a ficha suja de Edinho Lobão, cuja vida pregressa é conhecida nacionalmente.
O jeito foi apelar para uma chapa “pura” (??) do PMDB, numa demonstração de total desprezo com as demais legendas que apoiam o candidato da oligarquia Sarney.
O mais grave ainda está por aparecer: segundo se comenta, a demora na confirmação de Arnaldo Melo estaria vinculada a milhões de argumentos relacionados a uma compra de um hospital na cidade de Colinas.
Edinho e seus atrapalhados “estrategistas” só esquecem de que a Justiça e o Ministério Público estão dando sucessivas demonstrações de que não aceitarão o “vale-tudo” a que o grupo Sarney se acostumou.
É esperar para ver. Será que vamos ter mais um escândalo, na já contaminada campanha de Edinho Lobão?
E Arnaldo, após anos de carreira política, vai querer sair pelas portas dos fundos e em más companhias?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge