sábado, 4 de julho de 2015

Chile vence a Argentina nos Penaltis por 4x1, e garante primeiro título e mantém Argentina no jejum.

Na disputa de penalidades máximas, La Roja completa a festa em Santiago e deixa Messi com terceiro vice após derrota na final da Copa América de 2007 e no Mundial de 2014.

Por Felipe Barbalho, Edgard Maciel de Sá e Marcio Iannaca

Os chilenos choraram de novo, sim, mas dessa vez de alegria pela libertação. Diante de 45.693 espectadores no Estádio Nacional de Santiago, palco de opressão durante a ditadura militar dos anos 70 e 80, ganharam da Argentina, vejam só, na disputa de penalidades máximas por 4 a 1, após 0 a 0 em 120 minutos na noite deste sábado. Uma cavadinha de Alexis Sánchez, depois de erro de Higuaín e defesa de Bravo no chute de Banega, deu início à comemoração. La Roja se livra do estigma de seleção sem títulos e garante a festa completa na Copa América organizada em casa. Messi? Muito bem marcado, pouco fez e precisará esperar mais um pouco para levantar um troféu como campeão pela seleção principal. É sua terceira derrota seguida numa final com a Albiceleste depois da decepção na prorrogação contra a Alemanha no Mundial de 2014 e no torneio sul-americano de 2007.
CLICK E VEJA NO GLOBO ESPORTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge