segunda-feira, 10 de junho de 2013

Prefeito aliado desmascara farsa dos hospitais de Roseana: ‘o recurso que vem não dá nem para comprar papel higiênico’


(Exclusivo) O prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia (PMDB) é mais um dos gestores municipais maranhenses que não concordam como vem sendo desenvolvido o programa ‘Saúde é Vida’, do governo do Estado. De acordo com o prefeito da região do Médio Mearim, o governo Roseana Sarney não está alocando investimentos suficientes para a manutenção dos hospitais inaugurados.
“O recurso que vem para o município é irrisório, muito pouco que não tem condições da gente fazer alta complexidade. Nós temos um hospital que até dá para fazer isso, mas não temos equipamentos e nem valor financeiro para pagar os profissionais”, revela o prefeito, durante uma entrevista ao qual o blog teve acesso com exclusividade.
Na entrevista (veja o vídeo abaixo), ele completa:
“Essa maneira de fazer hospital em cada local sem dar o verdadeiro suporte que tem que ser dado, não adianta nada. Um exemplo maior nós temos na nossa cidade vizinha Bernardo, onde foi inaugurado um hospital do tamanho do mundo – só banheiro tem 32 – e o recurso que vem é só 62 mil reais. Não dá nem para comprar papel higiênico”, disparou Fred Maia, desmontando o discurso do governo de que os hospitais construídos no interior estão em pleno funcionamento, quando na verdade há apenas estrutura física sem o pleno atendimento por falta de recursos.
O prefeito peemedebista, da base aliada da governadora Roseana Sarney, disse que Trizidela recebe R$ 56 mil reais enquanto que, somente com os plantões médicos, ele arca com custo de R$ 60 mil reais. “Se não fosse um prefeito que tem compromisso com a população como eu estou tendo, não tinha nada, era só para dizer que está lá consultando menino pra dar remédio pra lombriga e mais nada”, criticou Maia, solicitando ajuda da governadora Roseana Sarney e do secretário de Saúde, Ricardo Murad ao município.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge